Thursday, March 23, 2006

Review |> V for Vendetta





" Remember,remember, the fifth of November,gunpowder treason and plot . I see no reason why the gunpowder treason should ever be forgot " . E com esta frase que comeca o filme " V for Vendetta " a primeira grande surpresa a nivel cinematografico de 2006 . A primeira obra de James McTeigue , conta com as participacoes de Natalie Portman , Hugo Weaving , Stephen Fry e John Hurt entre muitos outros . A accao desenrola-se numa Inglaterra fascista , totalitaria , onde vigora um regime de partido unico que tudo controla , sendo de destacar , o controlo dos meios de comunicacao . E neste panorama desolador , em que toda a populacao britanica parece estar apatica ( acho que existe esta palavra em portugues ) que encontramos a jovem Evey Hammond , orfao de pai e mae que um dia , depois de desobedecer a ordem de recolher obrigatorio ve-se cara a cara com um grupo de Apontadores , uma especie de PIDE . Felizmente para Evey , no momento em que esta prestes a ser presa ou ate mesmo morta , e salva por um misterioso mascarado de seu nome V . Depois desse incidente , V e Evey estabelecem uma forte relacao de amizade , mesmo com tudo o que esta implica . Juntos , Evey e V tentarao derrubar o regime fascista comandado por John Hurt ( Hellboy ) e os seus sequazes .
Ao que parece , os filmes com baixo orcamento reservam-nos as maiores supresas . Este filme custou apenas 50 milhoes de dolares , o que tendo em conta o orcamento das anteriores peliculas dos irmaos Wachowsky , autores do argumento e realizadores da saga Matrix , e so na primeira semana de exibicao nos Estados Unidos rendeu cerca de 26,8 milhoes de dolares . Embora o autor da banda desenhada de mesmo nome que inspirou se recuse a ver o filme ( algo que ja tinha acontecido em relacao ao filme " The League Of Extraordinary Gentlemen " e " From Hell ) , acho que devia reconsiderar a sua posicao e dar , nem que seja uma pequena vista de olhos a este filme . De certeza que Alan Moore ( o autor ) nao se ira arrepender . " V for Vendetta " ultrapassa qualquer especie de estigma constantemente adjacente a filmes de super ou anti herois . A banda desenhada foi criada como uma especie de critica ao poderio do Partido Conservador na Inglaterra dos anos 80 e mesmo sendo dificil a muita gente acreditar , a reactualizacao da historia faz todo o sentido nos dias de hoje . Embora todos os eventos mencionados no filme ( a excepcao do gunpowder plot ) sejam ficticios , fazem-nos pensar em problemas actuais da nossa sociedade e no nosso papel na sociedade da qual fazemos parte . Temos duas vias : a via do conformismo ou a via do rebeliao , rebeliao essa , acente numa ideia - e isso que V representa - uma ideia - uma ideia que nao morre pois passa de pessoa para pessoa . Os motivos que levam V a perpretar a sua vinganca ( que nao vou aqui mencionar para nao estragar a " festa " ! ) sao de cariz duvidoso mas e isso que torna a personagem fascinante -a sua dualidade . Num momento , um criminoso , um vigilante vingador . Noutro momento , uma criatura solitaria , cuja a cara nunca chegamos a ver , que se esconde por detras de uma mascara de Guy Fawkes ( o maior anarquista da historia britanica ) . Um heroi que em todos os aspectos representa quase todos os seres humanos .
O filme desenrola-se a um ritmo nao todo lento , mas de certeza nao frenetico . A medida que nos aproximamos do tao aguardado final ( em que um simbolo britanico vai pelos ares ! ) o ritmo torna-se cada vez mais acelerado , o que se compreende visto todos os pontos da estoria terem sido esclarecidos ao longo de quase 1 hora de pelicula ( o filme tem uma duracao de 132 minutos ) . James McTeigue deu aqui provas de um enorme profissionalismo , principalmente porque se trata da sua primeira obra como realizador ( foi assistente de producao dos filmes da saga Matrix ) . Para levar a obra a bom porto , contribuiram essencialmente as performances de Natalie Portman , personagem com a qual muitos de nos nos podemos identificar , Hugo Weaving , que consegue transparecer todas as suas emocoes atraves de uma mascara e de uma muito envolvente voz , Stephen Fry , John Hurt e Stephen Rea . A producao , embora nao se dando a luxos , recorreu a Dario Marianelli para compor uma extraordinaria banda sonora , a Dan Glass como responsavel pelos efeitos visuais ( que nao sao muitos , nota positiva aos que pontuam o filme ) e a Owen Patterson como designer de producao - somos literalmente transportados para este universo , ao mesmo tempo triste e ao mesmo tempo , cheio de esperanca ( com todas as suas consequencias ) .
Embora alguns pontos da historia nao sejam propriamente bem desenvolvidos , " V for Vendetta " e um grande filme - um filme que ao mesmo tempo que nos diverte faz-nos pensar ( uma maxima do cinema - fazer-nos pensar ) e discutir . Faz-nos reflectir . Ha quem o apelide de subversivo , no entanto , se este filme e "subversivo " Hollywood pode comecar a preparar mais projectos deste tipo . Simply brilliant .
V for Vendetta : de James McTeigue , com Natalie Portman , Hugo Weaving , Stephen Rea, Stephen Fry , John Hurt , Warner Bros. Pictures 2006 , 0 a 10 : 7.5
P.S : muitas das imagens de Londres apresentadas no filme , foram na verdade filmadas em Berlim , assim como ao recurso de muitos figurantes "ingleses" .

1 Comments:

Blogger Justify Leila said...

V de vingança, V de vingança..estou entusiasmadíssima para ver esta obra de arte. Felizmente este filme nao se trata de mais uma receita abusiva de dolares(o k me consta), o k a meu ver o iria desprestigiar, este parece-me ser um filme para um público algo (muito) selecto, com fortes noçoes políticas, sociais et qui sa humanas!!
Estarei errada??
Tenho k o ver de por onde der, para tambem eu me rebelar graças a força da pelicula, ganhar coragem, rapar o meu cabelito e ir (com o meu macumbeiro, a grachat, e a gipsy...ah, e o alemao..pode ser k de jeito..)agitar as forças opressoras do nosso regime k nos nos andam a dar a volta a cabeça e aos molas das nossas carteiras.
V de vingança ou C de cansaço??
Bela review Nunovsky!!

12:16 AM  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home